sábado, 24 de março de 2012

Estupro político

Em política o normal é as pessoas conversarem, pedirem apoio, fazerem propostas de participação em empreitadas político-eleitorais, realizar até assédios políticos que vão dos mais grosseiros até os assédios mais requintados que acabam por conquistar.
Entretanto quando o político não tem argumento nem percepção dos fatos, ele comete o estupro político.
"Ou me apoia ou me apoia, caso não me apoiares, te destruirei."
 Coloca toda sua equipe para queimar o anteriormente assediado, que passa a ser inimigo de alta periculosidade e objeto de todo tipo de calúnia, injuria e falatório.
Quando o político desajeitado, que não consegue convencer e quer se impor para poucos, ele ainda passa desapercebido.
Entretanto quando quer se impor a muitas pessoas, a grupos, seu fim é o isolamento.
Tem político que consegue alcançar o isolamento da situação e da oposição.
São candidatos da ilusão, se acham tão sensacionais que serão vitoriosos sozinhos.
Depois da eleição, eles acordam, geralmente entram em depressão.  

segunda-feira, 19 de março de 2012

Claudio Furman

O ex-prefeito e Tucuruí, chegou hoje a cidade, com o objetivo de visitar os amigos e correligionários, auscultar os rumores da política tucuruiense e avaliar as possibilidades eleitorais do pleito deste ano.
O ex-prefeito desta feita é filiado ao PMDB, partido onde é familiarizado, uma vez que Claudio Furman foi peemedebista durante décadas e ano passado retornou a casa de origem.
O ex-prefeito passou por problemas de saúde no final de 2011, entretanto, segundo o próprio, está plenamente recuperado, disposto e pronto para, se necessário,  disputar as eleições.

Existe entre seus correligionários, grande expectativa de que Cláudio Furman venha a ser novamente candidato a prefeito de Tucuruí.

O PMDB somente lançará um candidato próprio, se este for viável e a presença e disposição de Claudio Furman no cenário dá ao partido uma posição mais confortavel diante das perspectivas de sucesso.
Entretanto a decisão ainda está por vir, uma vez que serão considerados e analisados profundamente, as intenções de voto, a rejeição e as tendências do eleitorado.
Neste instante, qualquer afirmação de quem será o candidato do PMDB e até se terá candidato é absolutamente pre-matura.